Museus


Casa Museu Eugénio Tavares e Centro de Estudos da Morna

Informações Úteis

Horário

Terça a Sexta-Feira- 9:00 às 18:00 | Sábado- 9:00 às 13:00

Bilheteira

100$00 para nacionais e 200$00 para estrangeiros | Isenções: crianças até 12 anos, estudantes e idosos | Entrada livre: 18 de abril, 18 de maio e 18 de outubro

Contacto para reserva

Tel.: (+238) 2326502 | email: nospatrimonio@gmail.com

Localização

Nova Cintra, Ilha Brava

Tutela

Instituto do Património Cultural

Direção dos Museus

Ana Samira Silva

Coordenação técnica

Adilson Dias

PARTILHAR

Casa Museu Eugénio Tavares e Centro de Estudos da Morna

A Casa Museu Eugénio Tavares e Centro de Estudos da Morna é um museu de personalidade, voltado para as temáticas ligadas a figura de Eugénio Tavares, a sua formação pessoal, profissional e inteletual, a relação com a ilha Brava e o seu contributo para o enriquecimento intelectual e cultural de Cabo Verde. Igualmente, o espaço é dedicado aos estudos da temática da morna enquanto género musical cabo-verdiano e Património Cultural Imaterial da Humanidade.

A coleção da Casa Museu Eugénio Tavares é de temática histórica, etnográfica e antropológica, dos séculos XIX e XX, sendo que a exposição apresentada é de longa duração, fruto do trabalho de investigação que procurou trazer ao conhecimento público os aspetos marcantes da vida e obra de Eugénio Tavares, tendo como palco a ilha Brava, assim como os demais contributos que este deu para a afirmação da cultura cabo-verdiana, nomeadamente na promoção do Crioula enquanto língua materna.

A Casa Museu Eugénio Tavares e Centro de Estudos da Morna, por se encontrar instalada numa ilha e numa comunidade bastante apegada o legado que o poeta deixou, assume o papel importante de diálogo e respeito pela diversidade da cultura bravense, numa perspetiva de educação, sensibilização e inclusão de todas as camadas sociais da ilha no seu processo de dinamização e desenvolvimento sustentável.

Um museu desta dimensão, cujo acervo e narrativa expositiva estão voltados para retratar o ambiente que viveu, sua influencia na produção intelectual e na forma de ser e estar de uma pessoa, a mensagem principal é da importância de salvaguarda da memória histórica de Eugénio Tavares e dos aspetos sócio antropológicos da ilha Brava, tendo em vista a sua transmissão para as novas gerações e seu usufruto para o lazer e desenvolvimento do território.

Para além da internacionalização do género musical “rainha di nos terra”, a classificação enaltece o trabalho de todos que tocam, cantam e compõem a morna, e que contribuíram para que hoje seja Património Cultural Imaterial.

Galeria de Imagens


Localização


Outros Museus