Centro historico nova sintra

A cidade de Nova Sintra, na pequena ilha da Brava, de 64km2, permanece viva no tempo como um remanescente de um modo de vida semi-rural tradicional, caracterizado pelo casario do século XIX permeado por quintais cultivados para a subsistência e um desenho urbano ambientado por uma paisagem arborizada e ajardinada.

 O clima particular, extremamente húmido, envolto por uma eterna neblina, proporcionam condições naturais excecionais, que favorecem uma flora idiossincrática. Com efeito, se toda a ocupação do espaço resulta de uma dialética entre o homem e o meio físico envolvente, na ilha da Brava, esta traduziu-se numa sintonia total do homem com o meio natural, originando paisagens arquitetónicas, sintomáticas de uma simbiose entre o património edificado, e o património natural

A ilha das flores possui peculiaridades próprias que a diferencia das demais do arquipélago de Cabo Verde. Refere-se particularmente à tipologia edificatória própria da arquitetura tradicional, com claras evidências e marcas do período colonial. Pode-se testemunhar o mencionado no Centro Histórico de Nova Sintra, que salta a vista a homogeneidade e harmonia dos conjuntos arquitetónicos, a integridade do traçado urbanístico, distinguindo-o dos demais centros históricos a nível nacional.De referir que em parte a os conjuntos arquitetónicos encontram-se em bom estado de conservação e autênticos.

O centro histórico da "ilha jardim" entrou para lista indicativa de Cabo Verde na UNESCO pelos critérios IV e VI

 Tendo em conta os valores históricos e patrimoniais intrínsecos no Centro Histórico de Nova Sintra, o Governo de Cabo Verde, através do Ministério da Cultura, declarou-o como Património Nacional, pela Resolução nº 35/2012, de 21 de Junho. O objetivo desta proteção consistiu na promoção de uma gestão que enfatize a preservação e valorização do seu legado patrimonial. Além disso, envolver a população local no processo, de modo a compatibilizar a salvaguarda do património com o seu aproveitamento socioeconómico, promovendo assim um desenvolvimento sustentável.

O Centro Histórico de Nova Sintra constitui um exemplo excecional de assentamento tradicional numa simbiose perfeita entre o meio físico /homem /sobrevivência. Assim, pelas suas caraterísticas peculiares, podemos incluir o Centro Histórico de Nova Sintra no conjunto de algumas vilas rurais que constam na Lista de Património Mundial da UNESCO.

Primeiramente, no que diz respeito ao assentamento tradicional assemelha-se às vilas de Shirakawa-go e Gokayama (Japão); Antiga Vila de Hollókő e seus arredores (Hungria); Vila Histórica de Hahoe and Yangdong (República de Correia). Por outro lado, o cuidado dispensado no embelezamento, com especial atenção para a jardinagem, o Centro Histórico de Nova Sintra aparenta-se com a vila dos Medici e Jardins de Toscana na Itália.

 

Centro Histórico de Nova Sintra

Lista Indicativa