Organograma

São os órgãos do IPC:

  • O Conselho Diretivo;
  • O Fiscal Único;
  • Conselho Científico.

O Conselho Diretivo é um órgão responsável pela definição da atuação do IPC, bem como pela direção dos respetivos serviços, em conformidade com a lei e com as orientações governamentais.

PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETIVO

Dr. Hamilton Jair Moreira Lopes Fernandes

Hamilton Jair Moreira Lopes Fernandes é natural da freguesia de Nossa Senhora da Graça, ilha de Santiago.

Licenciou-se em História, variante Arqueologia, pela Universidade de Coimbra (Portugal), pós-graduou-se em Turismo Cultural, pela Universidade de Barcelona (Espanha), é Mestre em Arqueologia e Património, pela Universidade Autónoma de Madrid (Espanha) e é Doutorando em História e Estudos de Património, pela Universidade de Évora (Portugal).

Durante o seu percurso profissional exerceu as funções de Curador da Cidade Velha, Património Mundial da UNESCO (2012 – 2015), Diretor de Salvaguarda do Património do Instituto do Património Cultural (Ministério da Cultura) (2011 – 2012), e Docente em Instituições de Ensino Superior em Cabo Verde (2009-2017).

Atualmente é o Presidente do Instituto do Património Cultural, cargo que executa desde 2017.

CONSELHO DIRETIVO

Direção de
Administração e
Finanças

Dr. Filomeno de Jesus Correia Fortes

Filomeno de Jesus Correia Fortes é natural da freguesia de São Nicolau Tolentino,
Concelho São Domingos, ilha de Santiago.

Filomeno Fortes, realizou o curso profissional em Contabilidade e Gestão nível IV pela Escola Secundária Polivalente Cesaltina Ramos (Cabo Verde), licenciou-se em

Contabilidade de Administração pelo Instituto Superior de Ciências Económicas e
Empresariais – ISCEE (Cabo Verde) e realizou o seu mestrado em Contabilidade e
Gestão Financeira, pela Universidad de Valladolid (Espanha).

Durante o seu percurso profissional exerceu as funções de Técnico de Contas, responsável pela Execução do Orçamento, responsável pela Execução Financeira do Projeto PIC- BÉLGICA, na Universidade de Cabo Verde – UNI-CV (2005-2015).

Atualmente é o Diretor Administrativo e Financeiro do IPC, cargo que exerce desde 2016.

Direção
dos
museus
Dra. Ana Samira Fonseca Tavares Silva

Ana Samira Fonseca Tavares Silva é natural da freguesia de São Miguel Arcanjo, ilha de Santiago. 

Ana Samira Silva é licenciada em Gestão do Património Cultural pela Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico do Porto (Portugal), e realizou uma pós-graduação em Património, Turismo e Desenvolvimento pela
Universidade de Cabo Verde – UNICV.

Durante o seu percurso profissional exerceu as funções de Coordenadora do Estudo – Impactos do Turismo na Cidade Velha entre (2009 – 2013), Curadora da Cidade Velha Património Mundial (2015 – 2016), Coordenadora do Plano de Gestão da Cidade Velha, Património Mundial (2018).

Atualmente é a Diretora dos Museus de Cabo Verde tutelados pelo IPC, cargo que exerce desde 2019.

Direção
de monumentos e sítios
Dr. Jaylson Eusébio Lopes Monteiro

Jaylson Eusébio Lopes Monteiro é natural da freguesia de São Miguel Arcanjo, ilha
de Santiago.

Jaylson Monteiro é licenciado em História, Variante de Arqueologia pela Universidade de Évora (Portugal), e realizou o seu mestrado em Gestão e Valorização do Património Histórico e Cultural pela Universidade de Évora
(Portugal).

Durante o seu percurso profissional exerceu as funções de Técnico Superior da Direção Regional de Cultura de Lisboa e Vale do Tejo, Portugal (2008 – 2010),
Professor Convidado da Universidade de Santiago (2011 – 2012), Técnico Superior da Câmara Municipal da Praia (2013 – 2014), e Membro da Comissão de Toponímia do Município da Praia.

Atualmente é o Diretor dos Monumentos e Sítios, cargo que exerce desde 2017.

Direção
de património imaterial
Dra. Sandra Helena M. Lopes Martins

Sandra Helena Mascarenhas Lopes Martins é natural da freguesia de Nossa
Senhora da Graça, ilha de Santiago.

Sandra Martins é licenciada em História, Ramo Científico, pela Universidade do
Minho (Portugal), realizou o curso de catalogação para bibliotecários dos PALOP´s – Casa de África (Las Palmas – Gran Canária), e é mestre em Património, Turismo e
Desenvolvimento, pela Universidade de Cabo Verde.

Durante o seu percurso profissional exerceu as funções de Docente da disciplina de Língua Portuguesa na Escola Secundária de Santa Cruz (1996-1997), Docente da disciplina de Paleografia no Instituto Superior de Educação, Cidade da Praia (2003-2007), Técnica da Direção de Comunicação Documental e Relações Externas do
Arquivo Histórico Nacional (2002-2010), Técnica do Instituto da Investigação e do Património Cultural (2010-2011), Presidente do Arquivo Nacional de Cabo Verde (2014-2015), Facilitadora da UNESCO para Património Cultural Imaterial (2015).

Atualmente é o Diretora do Património Imaterial, cargo que exerce desde 2015.