PROCULTURA aprova financiamento do projeto “Cimboa – património para o desenvolvimento sustentável”

PROCULTURA aprova financiamento do projeto “Cimboa – património para o desenvolvimento sustentável”

O programa PROCULTURA, uma subvenção do Camões Instituto que tem como objetivo financiar projetos que visam a promoção do emprego nas atividades geradores de rendimento no sector cultural dos PALOP´S e Timor Leste, aprova o pedido de financiamento no valor de trinta e seis mil, novecentos e onze euros (36.911€), para o projeto “Cimboa – património para o desenvolvimento sustentável”.

Um projeto que almeja a promoção do autoemprego sustentável, a inclusão de jovens e mulheres desempregadas e rentabilização da renda de artesãs e músicos em atividade, a partir da salvaguarda e reapropriação de um bem patrimonial e sua inserção no mercado nacional e internacional.

Os concelhos de São Domingos, Santa Cruz e Tarrafal, serão os locais de intervenção através da exploração de dois sectores da indústria criativa nacional com maior potencial para o desenvolvimento – música e artesanato – e, a partir destes, apresenta estratégias para redução do desemprego e promoção da inclusão social de jovens e mulheres enquanto se promove a sustentabilidade, a identidade e diversidade culturais.

Com este projeto, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas cumpre mais uma vez a sua politica de potencializar os produtos culturais enquanto geradores de rendimento em função da sua imensa capacidade de promover a inclusão social e geração de emprego, indo de encontro com o plano estratégico para desenvolvimento sustentável do país que identifica a cultura e indústrias criativas como uma das áreas transformacionais e potenciais de crescimento.

O PROCULTURA PALOP-TL é uma ação do Programa Indicativo Multianual PALOP – Timor-Leste e União Europeia, financiada pela União Europeia, cofinanciada e gerida pelo Camões, I.P. e cofinanciada pela Fundação Calouste Gulbenkian. Tem como objetivo contribuir para a criação de emprego em atividades geradoras de rendimento na economia cultural e criativa naqueles países.

O projeto “Cimboa – património para o desenvolvimento sustentável” será apresentado formalmente na abertura do evento cultural “Do barro às cordas” a ter lugar no próximo dia 18 de dezembro em São Domingos.

Partilhar
Últimas Notícias

IPC apresenta projeto MARGULLAR 2

O Instituto do Património Cultural apresentou hoje o projeto MARGULLAR 2 durante a jornada de apresentação dos projetos aprovado com Cabo Verde na segunda convocatória