Procurar
Close this search box.
Procurar
Close this search box.

Plano de Salvaguarda da Cidade Velha – Encontro com entidades matriz

Plano de Salvaguarda da Cidade Velha – Encontr com entidades matriz

O Instituto do Património Cultural, promoveu, ontem, dia 20 de setembro, um encontro com as principais partes envolvidas no processo de elaboração do Plano de Salvaguarda da Cidade Velha, Património Mundial.

Um encontro que contou com a participação das instituições nacionais como o IPC, CMRGS, INGT, UGPE e o consórcio vencedor do concurso liderado pela Gesplan, Gestión y Planeamiento Territorial y Medioambiental, S.A, das Canárias.

Durante a reunião aconteceu a apresentação das etapas e metodologias que serão adotados no processo da elaboração do Plano de Salvaguarda, que passa pela definição de um plano de sensibilização e comunicação, pelo diagnóstico e caracterização do sítio, ao esboço do plano que deverá ser concluído em maio de 2024.

Para a Elaboração do Plano de Salvaguarda, para além do suporte institucional, estão diretamente implicados 17 profissionais com um perfil multidisciplinar, dos quais 6 arquitetos, 1 arqueólogo,1 gestor do património, 2 engenheiros, 1 geógrafo, 2 historiadores da arte, 2 sociólogos e 2 juristas.

Igualmente, foi partilhada os prazos para as entregas das principais componentes do Projetos, sendo o Diagnóstico e Caracterização ainda em novembro próximo.

De realçar que o Plano de Salvaguarda da Cidade Velha, é um projeto do Governo de Cabo Verde em parceria com a CMRGS no quadro do Plano Operacional do Turismo – POT, financiado pelo Banco Mundial – Projeto Turismo Resiliente e Desenvolvimento da Economia Azul em cerca de 18.000.000 (dezoito mil contos).

Com a sua elaboração inicia-se a implementação dos projetos estruturantes para a Cidade Velha (num montante global de 1,520,000 US) cujo foco é a preservação dos atributos e do Valor Universal Excecional do sítio, a melhoria da paisagem urbana histórica, da acessibilidade, fruição e lazer, para a comunidade residente e visitante.

Partilhar

Chantier-École Internacional -Santiago 24

Cidade Velha, acolhe no quadro dos 15º aniversário da sua classificação a Património Mundial o primeiro Chantier-École Internacional de Arqueologia Subaquática, entre os dias 1