“O principal desafio da cultura neste momento em Cabo Verde e no mundo é o financiamento e a sua reabertura total para que as atividades decorram na normalidade” – MCIC, Abraão Vicente

O principal desafio da cultura neste momento em Cabo Verde e no mundo é o financiamento e a sua reabertura total para que as atividades decorram na normalidade

Apesar do forte impato que a pandemia da Covid19 no setor da cultura, hoje, celebramos o Dia Nacional da Cultura e das Comunidades com um leque variado de atividades que mostram que a cultura não está confinada.“

Ao contrário do que se tem dito todas as atividades estão abertas, com limitação, sim, do horário de funcionamento. É basta ver a agenda cultural cabo-verdiana para perceber que os museus estão abertos, já há concertos, performances, teatro. A par disso, o Governo já anunciou o início de grandes eventos a partir de 30 de outubro”, afirmou o Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, durante a visita ao Museu Etnográfico da Praia, no âmbito do Dia Nacional da Cultura e das Comunidades.

A abertura deste setor da cultura, assim como diversos setores, vem sendo feita de forma gradual. A retoma das atividades culturais, das visitas aos museus, dos concertos, tem se registado um pouco por todo o país, graças ao abrandamento do número de casos de pessoas infetadas e também ao aceleramento da vacinação que está a chagar aos 80%.“

O principal desafio da cultura neste momento em Cabo Verde e no mundo é o financiamento e a sua reabertura total para que as atividades decorram na normalidade”, frisou o governante.

Partilhar
Share on email
Share on facebook
Últimas Notícias