Procurar
Close this search box.
Procurar
Close this search box.

IPC recebe financiamento da UNESCO DAKAR, para implementação das Convenções do Património Natural e Cultural e do Património Imaterial.

unesco

O Instituto do Património Cultural recebe financiamento de cerca de 18.000USD para reforço das capacidades para a implementação das convenções para a proteção do património cultural e Natural, de 1972 e para a salvaguarda do Património Imaterial, de 2003.

No quadro deste financiamento será desenvolvido uma parceria com a Guiné Bissau no sentido de promover iniciativas conjuntas de capacitação, intercâmbio e a troca de experiências em relação a implementação destes importantes instrumentos internacionais de proteção do Património dos povos e que legitimam a classificação do Património Mundial Cultural e Natural e o Património Imaterial. Lembra-se que Cabo Verde tem Inscrito à luz da Convenção de 1972 a Cidade Velha e tem a lista Indicativa, atualizada em 2015, com 8 bens e futuros candidatos à lista representativa, sendo o Campo de Concentração do Tarrafal, as Salinas de Pedra de Lume, O Centro Histórico de São Filipe, O Centro Histórico da Praia, a Paisagem de Cova, Paúl e Ribeira da Torre, as Salinas de Pedra de Lume, o Conjunto Urbano de Nova Sintra, o Complexo das áreas protegidas de Santa Luzia e os ilhéus Branco e Raso e o Paisagem cultural de Chã das Caldeiras.

No quadro da Convenção do Património Imaterial foi classificada a Morna, como Património Imaterial da Humanidade em dezembro de 2019. Por conseguinte, este financiamento objetiva a capacitação dos atores e entidades locais com vista a garantir uma efetiva conservação e gestão destes bens e de todo o Património cultural identificado no país.

Partilhar

Celebração do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Os alunos de História da Escola Secundária de Salineiro, em Ribeira Grande de Santiago, participaram numa conversa dedicada à Proteção do Património histórico e cultural com incidência sobre o património Arqueológico e Subaquático.