IPC dá início ao processo de socialização do PETC, do Estudo-diagnóstico e da Proposta do Roteiro Turístico e Cultural para a região Santiago Norte

PC dá início ao processo de socialização do PETC, do Estudo-diagnóstico e da Proposta do Roteiro Turístico e Cultural para a região Santiago Norte

A Diretora do Património Imaterial, Sandra Mascarenhas e o antropólogo e técnico do Instituto do Património Cultural Humberto Lima, deram início à socialização do Roteiro Turístico Cultural, para a região Santiago Norte, com as Câmaras Municipais.

O projeto foi apresentado às edilidades de São Lourenço dos Órgãos, São Salvador do Mundo e do Tarrafal de Santiago.

Criado a partir do Plano Estratégico do Turismo Cultural (PETC), iniciado em 2019, o Roteiro Turístico-cultural surge após uma inventariação dos recursos potenciais (naturais e culturais) existentes em cada município, com o propósito de promovê-los como novas ofertas de produto turístico cultural.

Para tal, foi necessário todo um estudo-diagnóstico a nível do património imóvel, imaterial e de museus, que permitiu num primeiro momento, fazer o levantamento dos “ex-libris” de cada concelho.

A socialização surge da necessidade de criar parcerias institucionais, visando o sector estratégico tanto no processo contínuo de identificação das ofertas culturais, como na preparação de todas as estruturas (físicas e humanas) necessárias para a dinamização do turismo cultural na Região de Santiago Norte.

É assim dando seguimento ao projeto, em colaboração com o concelho de Santa Cruz foi efetuado um inventário exaustivo nesse concelho que serviu como experiência piloto.

Durante a referida socialização que certamente dará uma nova roupagem e dinâmica aos concelhos, o antropólogo do IPC realçou a importância de um “djunta mon” entre o instituto, as Câmaras Municipais e todos os parceiros e agentes que trabalham direta ou indiretamente na oferta e promoção turística.

As edilidades por sua vez mostraram totalmente engajadas e dispostas a canalizar todos os recursos disponíveis, financeiros e humanos, neste que consideram um projeto que para além de promover o desenvolvimento da economia local e consequentemente a melhoria das condições de vida das famílias, colocará os seus municípios no mapa do turismo cultural.

Partilhar
Últimas Notícias