IPC, CMRGS e ITCV promovem encontro com os operadores/ Fornecedores de serviços turísticos de Ilha de Santiago

IPC, CMRGS e ITCV promovem encontro com os operadores_Fornecedores de serviços turísticos de Ilha de Santiago

O Instituto do Património Cultural, a Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago e o Instituto do Turismo de Cabo Verde promoveram hoje um encontro com os operadores turísticos da ilha de Santiago no Convento de São Francisco, Cidade Velha, Património Mundial.

O objetivo foi perceber junto dos agentes que operam no mercado turístico, os principais constrangimentos da oferta turística em particular no quesito acesso ao Património e recursos culturais.

A necessidade de melhorar as infraestruturas como a acessibilidade, sinalização e saneamento, maior segurança, diversificação e melhoria das ofertas, a ausência de programas de animação cultural e uma maior fiscalização e formação dos guias de turismo, foram ainda alguns dos pontos referenciados pelos presentes.

Hamilton Jair Fernandes enquanto presidente do IPC, instituição responsável pela gestão do Roteiro Turístico da Cidade Velha, Património Mundial e pelos Museus de Cabo Verde, durante a sua intervenção falou da celeridade de haver uma coordenação entre as instituições públicas e os agentes turísticos numa altura em que organizações internacionais disponibilizam financiamentos para intervenções no sítio histórico, como a Musealização das Ruínas da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, programas que fomentem o empreendedorismo feminino e a reabilitação o Forte de São Veríssimo.

Projetos que certamente dinamizarão o turismo cultural na Cidade Velha, trazendo maior diversidade ao produto e impactos a nível da economia local.

O presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago e a representante do Instituto do Turismo frisaram o seu compromisso em continuar a trabalhar afincadamente para que as lacunas sentidas no setor turístico possam ser preenchidas.

Ana Samira Silva Baessa, diretora dos Museus de Cabo Verde, durante a sua intervenção falou sobre os trabalhos que têm sido realizados para proporcionar maior e melhor qualidade dos serviços prestados nestes que são espaços que integram a oferta turística nacional, nomeadamente o alargamento dos dias e horário de funcionamento, a disponibilização dos souvenirs nos museus, maior rotatividade das exposições com conteúdos mais organizados, dinâmicos, interativos e apelativos, a criação do site dos Museus de Cabo Verde e o mais recente, o projeto dos museus acessíveis. Medidas que refletem os resultados do estudo do perfil e nível de satisfação dos visitantes dos Museus.

No final ficou o compromisso das partes em continuarem a trabalhar em prol do desenvolvimento turístico da Cidade Velha, Património Mundial num momento em que Cabo Verde inicia a implementação do Programa Operacional do Turismo, 2022/2026 afirmando o seu compromisso em melhorar a competitividade, a criação de emprego, a melhoria do rendimento das famílias e a sua sustentabilidade.

Partilhar
Últimas Notícias

DIA MUNDIAL DO TURISMO

Comemora-se hoje o dia Mundial do Turismo, este ano sob o lema “Repensando o Turismo”, onde a Organização Mundial do Turismo faz um apelo a