Contador de estórias na Escolas

Contador de estórias

Enquadradas nas atividades alusivas ao mês da Cultura e das Comunidades, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas através do Instituto do Património Cultural levou na passa sexta-feira, um contador de histórias tradicionais às Escolas Vicência Tavares, São Domingos e Virgília Baessa, Santa Cruz.

Durante as atividades, para além da sessão do contação de estórias, houve espaço para atividades culturais, dança, música, declamação de poemas e teatro, realizadas pelos alunos e a doação de livros sob o selo do IPC às bibliotecas dos referidos estabelecimentos de ensino.

Com esta atividade o Instituto do Património Cultural retomou o projeto da salvaguarda das tradições orais, com foco nas gerações mais novas e nas escolas enquanto veículos de transmissão e salvaguarda da nossa herança cultural.

Neste momento a instituição dispõe de um precioso acervo audiovisual, que constitui seguramente uma inestimável fonte de estudos para os investigadores interessados em percorrer o imaginário cabo-verdiano, com vista ao seu melhor conhecimento, preservação e divulgação, sobretudo junto das gerações mais jovens. E, por intermédio da Direção do Património Imaterial, vem dando o devido tratamento a esse acervo, perspetivando a reativação do Laboratório de Tradições Orais e a salvaguarda com ações direcionadas preferencialmente à camada juvenil.

Partilhar
Share on email
Share on facebook
Últimas Notícias