Últimas Notícias

Camões Instituto cofinancia projeto de Musealização das Ruínas da Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Camões Instituto cofinancia projeto de Musealização das Ruínas da Igreja de Nossa Senhora da Conceição

O Camões Instituto irá financiar o projeto do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas de musealização das ruínas da Igreja de Nossa Senhora da Conceição sito na Cidade Velha Património Mundial, no valor de 15.000 euros.

Uma das mais antigas igrejas de Cabo Verde, (construída entre 1466 e 1470), terá sido a primeira a ser levantada de pedra e cal, serviu de oratório para os habitantes senhoriais sediados no bairro de São Pedro. Era preferida dos morgados nas suas doações pias.

A musealização deste património histórico irá ser coordenado pelo Instituto do Património Cultural justifica-se pela necessidade de uma nova abordagem na gestão da Cidade Velha Património Mundial, seguindo as recomendações da UNESCO, segundo a qual, é desejável um melhor equilíbrio entre a conservação do património histórico e o desenvolvimento urbano, valorização do espaço natural e ambiental, com vista a contribuir para melhorar a qualidade de vida e sentido de pertença dos residentes e visitantes.

O projeto irá permitir a conservação dos vestígios localmente, permitindo assim uma compreensão fidedigna da história e do sítio arqueológico na sua íntegra, bem como inovar as infraestruturas culturais do sítio histórico, gerar empregos através de espaços de qualidade como um produto turístico de excelência, aproveitar o património por parte da população através de políticas públicas que traduz na melhoria de condições de vida da comunidade.

Em 2015 a Igreja de Nossa Senhora da Conceição, sito na Cidade Velha, Património Mundial, foi alvo de escavações para estudos arqueológicos lideradas por dois cientistas da Universidade de Cambridge (Reino Unido).Os arqueólogos Marie Louise Stig Sørensen e Christopher Evans trabalharam, desde 2007, não só para resgatar do esquecimento a mais antiga construção religiosa europeia, Igreja de Nossa Senhora da Conceição, como também parte do passado histórico da população cabo-verdiana.

Durante as escavações os arqueólogos recuperam a planta da superfície da igreja, para além de várias lápides de dignitários locais da época como o de Fernão Fiel de Lugo, traficante de escravos e tesoureiro da Cidade Velha entre 1542 e 1557.De realçar que este será mais um projeto do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas que recebe o emblemático financiamento do Camões Instituto, sendo o último, a reabilitação da Capela Gótica sito no interior da Igreja de Nossa Senhora do Rosário num valor de 50.000 euros.

Partilhar
Share on email
Share on facebook
Últimas Notícias

IPC e COC assinam protocolo

O Instituto do Património Cultural e o Comitê Olímpico Cabo-verdiano assinaram o protocolo de parceria para a criação do Museu Olímpico Cabo-verdiano visando a salvaguarda