Arranque do projeto “Gestão do património mundial pós-covid-19: integração de estratégias de conservação, turismo e meios de subsistência locais em sítios do património mundial” financiado pela UNESCO no valor de 110 mil dolares

Arranque do projeto Gestão do património mundial pós-covid-19

O Ministério da Cultura e das Indústrias criativas através do Instituto do Património Cultural lança o projeto Gestão do património mundial pós covid-19: integração de estratégias de conservação, turismo e meios de subsistência locais em sítios do património mundial” na Cidade Velha, financiado pela UNESCO, através do Fundo Património Mundial, para um período de três anos, num valor global de 110 mil dolares.

Um projeto centrado na capacitação dos habitantes, associações comunitárias locais e pequenas e médias empresas, PMEs, visando uma maior valorização do património cultural do sítio e tem como principais objetivos identificar e promover as principais empresas/PME locais que contribuem para melhorar a conservação, interpretação e consciência dos valores e atributos patrimoniais da Cidade-Velha, ao mesmo tempo que geram rendimentos e meios de subsistência dentro do sítio do Património Mundial e da sua zona tampão; aumentar a utilização de ferramentas digitais para documentar, conservar, interpretar e sensibilizar para os valores e atributos patrimoniais do bem (cf. Plataforma Nacional de Inventário do Património); proporcionar formação e desenvolvimento de capacidades para o turismo sustentável, gestão de projetos empresariais e angariação de fundos para o desenvolvimento de atividades e projetos geradores de rendimentos.

Os primeiros passos do projeto, cujo início acontece ainda durante o mês de setembro, consistem na mobilização e sensibilização da população local, dos parceiros e intervenientes neste processo que se quer inclusivo e gerador de inputs a vários níveis.

Partilhar
Últimas Notícias

DIA MUNDIAL DO TURISMO

Comemora-se hoje o dia Mundial do Turismo, este ano sob o lema “Repensando o Turismo”, onde a Organização Mundial do Turismo faz um apelo a