Procurar
Close this search box.
Procurar
Close this search box.

Arquiteto do IPC, Adalberto Tavares, selecionado para programa de Mentoria para experts do Património Mundial da UNESCO.

Arq. Adalberto Tavares

O Arquiteto do IPC, Adalberto Tavares foi um dos 20 selecionados a nível da África para o programa de mentoria para o reforço das capacidades e expertises dos profissionais do Património Mundial em África.

Este programa de mentoria, com a duração de 12 meses, é uma iniciativa do Centro do Património Mundial, em colaboração com o Fundo do Património Mundial Africano (AWHF) e os três Órgãos Consultivos (ICOMOS, ICCROM e IUCN), de forma a criar oportunidades para que os profissionais do património africano se tornem especialistas e estejam mais envolvidos em monitoramento reativo e processos consultivos.

O objetivo geral deste projeto é contribuir para a implementação da Convenção do Patrimônio Mundial em África, capacitando os profissionais do patrimônio por meio de um programa de mentoria.

O programa vai ao encontro das recomendações da Agenda 2063 da União Africana, “a Africa Que Queremos” que aborda as questões ligadas à educação e ao Património enquanto catalisadores do desenvolvimento sustentável.

Com esta formação o arquiteto passará, enquanto especialista do Património Mundial, a integrar uma rede de profissionais no campo do Património Cultural e Natural da Humanidade com os quais as partes interessadas podem trabalhar facilmente na região da África e fora do continente, nomeadamente nos processos de avaliação, assessoria ou acompanhamento, bem como a preparação dos dossiers de candidatura de novos bens à Património Mundial.

Partilhar

Chantier-École Internacional -Santiago 24

Cidade Velha, acolhe no quadro dos 15º aniversário da sua classificação a Património Mundial o primeiro Chantier-École Internacional de Arqueologia Subaquática, entre os dias 1