“A reabertura do Roteiro Turístico de Cidade Velha é marcada pelo processo de reabertura do turismo no país” – MCIC, Abraão Vicente

2

O Roteiro Turístico da Cidade Velha acaba de ser reaberto.Com uma nova cara e com a introdução de novas formas de a visitar, a partir desta data fica mais fácil todos os que visitarem o único sítio elevado a Património da Humanidade em Cabo Verde, terão todas as informações sobre os monumentos históricos através de um clic. Isto graças ao trabalho realizado pelo Governo de Cabo Verde, na modernização da forma como visitamos e conhecemos os nossos pontos de interesse cultural e turístico. Para além do roteiro tradicional já conhecido e dos folhetos, agora, em cada um dos patrimónios, tem disponibilizado um QRCode. Basta um telemóvel, ligado a internet, e um clic, todas as informações estarão, instantaneamente, disponíveis.

A reabertura do Roteiro Turístico de Cidade Velha, que passou para a gestão do Estado, sobre a coordenação do Instituto do Património Cultural (IPC), foi copresidido pelo Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, e pelo Ministro do Turismo e Transporte, Carlos Santos.

O titular da pasta da cultura e das indústrias criativas, Abraão Vicente, que também é presidente da Comissão Nacional de Cabo Verde para a Unesco (CNU), Abraão Vicente, disse que este é um momento importante, porque marca o início da reabertura do turismo, aliado à cultura, após cerca de um ano de incertezas, devido à pandemia da Covid-19, que obrigou à paralisação das atividades.“A reabertura do Roteiro Turístico de Cidade Velha é marcada pelo processo de reabertura do turismo no país. É preciso ganhar confiança para reconstruimos o caminho que iniciamos em 2016”, afirmou o governante que lembrou a parceria estabelecida, desde a primeira hora, entre os setores da cultura e turismo para alavancar Cabo Verde.

Este trabalho realizado em conjunto – Governo (cultura e turismo), mais autarquia local terá, a partir de agora, também, mais um elemento fundamental para o desenvolvimento cultural, turístico e económico de Cidade Velha, “a integração da própria população e dos operadores económicos locais”, lembrou o MCIC, Abraão Vicente.

Para o MTT, Carlos Santos, o turismo e a cultura devem estar de mãos dadas para ter “maior impato nas famílias”. Esta é a primeira vez que o circuito turístico está sob a gestão do Governo, como lembrou o presidente do IPC, Hamilton Jair Fernandes, desde a classificação de Cidade Velha a Património Mundial.

O ato de reabertura do Roteiro Turístico de Cidade Velha contou, ainda, com a presença do presidente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago, Nelson Moreira, o Diretor Geral do Turismo e Transportes, Francisco Martins, o gestor do Fundo Turismo, Manuel Ribeiro, a Secretária Executiva da CNU, Carla Palavra. A visita iniciou para o já reabilitado Centro Interpretativo, em frente ao Forte Real de São Filipe, mais comumente chamado de Fortaleza, Sé, Pelourinho, Igreja Nossa Senhora do Rosário, Ruinas da Igreja Nossa Senhora da Conceição e terminou no Convento/Igreja de São Francisco.

11
Partilhar
Share on email
Share on facebook
Últimas Notícias

Contador de estórias na Escolas

Enquadradas nas atividades alusivas ao mês da Cultura e das Comunidades, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas através do Instituto do Património Cultural