Procurar
Close this search box.
Procurar
Close this search box.

42º Conferência Geral da UNESCO – Encontros paralelos IPC

Presidente do IPC recebe Equipa da Embaixada dos EUA em Cabo Verde

A 42º Conferência geral da UNESCO, realizada em Paris, de 06 a 10 de novembro juntou representante dos 193 países que compõem esta organização mundial para debater os sectores desta organização com a educação, cultura e ambiente.

Da Delegação Cabo-verdiana chefiada pelo Ministro da Educação Dr. Amadeu Cruz, fez parte a Presidente do Instituto do Património Cultural, Ana Samira Silva Baessa, O Diretor Nacional da educação, Adriano Moreno, e a secretária Executiva da CNU – Cabo Verde, Dr. Carla Palavra.

Durante a missão a Presidente do IPC, realizou vários encontros paralelos, com as diferentes estruturas da Unesco para o sector da Cultura, visando apresentar a carteira dos projetos em curso no país e reforçar parcerias para a concretização de projetos ligados à proteção, valorização, salvaguarda e promoção do património cultural nacional.

No encontro com Diretora de Políticas Culturais da UNESCO, Paola Leoncini Bartolli, discutiu-se a integração dos setores de educação e cultura, como meio para combater a informalidade do setor da cultura através do aproveitamento de conhecimentos e experiências dos profissionais ligados às artes tradicionais e às produções locais.

Com o Diretor Regional da UNESCO Dakar, Dimitre Sanga, falou-se sobre os projetos financiados pela Unesco Dakar em curso, nomeadamente a digitalização de coleções nos museus e reforços de capacidades para implementação da Convenção 1972 e Convenção de 2003 em parceria com a Guiné Bissau, estando em programação o atelier para a implementação da convenção de 2005, em janeiro de 2024.

Em reunião com o Diretor da Divisão e Secretário do Programa Mundial da Biosfera – MAB, António Abreu, discutiu-se a possibilidade do reforço das capacidades nacionais para a preparação de novas candidaturas, horizonte 2026, como da paisagem cultural de Cova, Paúl e Ribeira da Torre, em Santo Antão.

De realçar que Cabo Verde ratificou as principais convenções da Unesco para o sector da Cultura, através do qual tem-se impulsionado as dinâmicas da valorização do património nacional e a inscrição de bens na lista do Património Mundial, como a Cidade Velha e a Morna.

Partilhar

Chantier-École Internacional -Santiago 24

Cidade Velha, acolhe no quadro dos 15º aniversário da sua classificação a Património Mundial o primeiro Chantier-École Internacional de Arqueologia Subaquática, entre os dias 1