Monumentos e Sítios

Campo de Concentração do Tarrafal – Cela Presos Políticos Cabo-verdianos
Partilhar
Share on email
Share on facebook

Ao contrário do número de angolanos e guineenses, o número de presos políticos cabo-verdianos foi bastante inferior aos demais, perfazendo um total de 20 reclusos.

Esses chegaram ao Campo de Trabalho de Chão Bom, de forma faseada, sendo que o primeiro grupo daria entrada a 26 de março de 1970, constituído por 4 indivíduos: Lineu Miranda, Luís Fonseca, Jaime Schofield e Carlos Dantas Tavares, reforçado meses depois, em maio do mesmo ano, por mais 3 reclusos (Fernando dos Reis Tavares, Gil Querido Varela e José Maria Querido). Todavia, esse trio permaneceria no Tarrafal por um período bastante menor, tendo saído em dezembro de 1970.

O grupo de cabo-verdianos veria o seu número aumentar a 20 de março de 1971 com a chegada de mais 13 detidos, no qual se encontrava o mais jovem preso político cabo-verdiano no “campo de trabalho”, o João Augusto Divo Macedo, de apenas 17 anos.

Entre os reclusos cabo-verdianos encontravam-se presos com mais escolaridade e “bagagem política e intelectual” do que os outros, sendo que os mais letrados foram ministrando aulas de alfabetização, política, etc., aos restantes colegas durante o tempo de enclausuramento no Tarrafal.

Aos cabo-verdianos foi destinada uma cela de dimensão menor, uma vez que o grupo era de longe em menor número que as duas outras nacionalidades de reclusos políticos. Estava localizada na ala dos presos de delito comum, ala à esquerda, medida essa tomada para evitar o contacto e influência entre os demais presos.

Galeria de Imagens

Outros Pontos do Roteiro Turístico

Pelourinho

Construído no limiar do século XVI, entre 1512 ou 1520, enquanto símbolo do poder municipal e da justiça real. Localizado no centro da cidade, local

Saber Mais

Outros Monumentos

Pelourinho

Construído no limiar do século XVI, entre 1512 ou 1520, enquanto símbolo do poder municipal e da justiça real. Localizado no centro da cidade, local

Saber Mais

Outros Elementos da Lista Indicativa na UNESCO

Outros Patrimónios

Monumentos

A lei cabo-verdiana classifica como monumento as obras arquitetónicas, composições importantes ou criações mais modestas, notáveis pelo interesse histórico, arqueológico, artístico, cientifico, técnico…

Sabei Mais »

Sitíos Históricos

São classificados como sítios históricos, as obras do homem ou obras conjuntas do homem e da natureza, espaços suficientemente característicos e homogéneos, notáveis …

Sabei Mais »