86870202_2695179313870421_5217710933299691520_o.jpg

IPC promove boas práticas na Cidade Velha, Património Mundial, coparticipando na pintura das fachadas das casas.

Está em curso o projeto “Pintar as fachadas das casas de Cidade Velha”, um programa delineado pelo Gabinete de Gestão de Cidade Velha, Património Mundial, do Instituto do Património Cultural.

Trata-se da implementação de uma das acções previstas no Plano de Gestão horizonte 2019-2022, dentro “Programa A - Reabilitar / Valorizar / Revitalizar”, onde o foco está na melhoria da Paisagem Urbana Histórica de Cidade Velha.
Nesta ótica, tendo em conta que ultimamente alguns residentes vêm substituindo a cobertura de betão armado, pela de telha de marselha, o que constitui exemplo de boas práticas. O IPC assumiu como contrapartida, o incentivo financeiro, coparticipando na aquisição dos materiais de pintura da fachada principal das moradias.

Uma iniciativa que se justifica pela necessidade de uma nova abordagem na gestão urbana, seguindo as recomendações da UNESCO, segundo a qual, é desejável um melhor equilíbrio entre a conservação do património cultural e natural, e o desenvolvimento urbano.

Com este projeto, o Instituto do Património Cultural pretende incentivar e implicar cada vez mais os moradores no processo de gestão da Cidade Velha, melhorar o aspeto visual da nossa paisagem histórica, aumentar a autoestima da população local, sem falar da promoção e o incentivo às boas práticas urbanísticas na Cidade Velha, que hoje é, um dos principais símbolos da nossa história e do nosso património.

O projeto que numa primeira fase contemplará cinco (5) casas, enquadra-se no âmbito do eixo estratégico “EE II - Desenvolvimento Urbano: Conservação e Valorização da Paisagem”.

#MCIC
#IPC
#Desenvolvimentourbano
#CidadeVelha
#Patrimóniocultural
#boaspráticas

Últimas Notícias