inicio_obras_ISTM.jpg

 

Já estão a decorrer as obras de reabilitação da Igreja de São Tiago Maior, construída no século XVIII de tijolo no paramento da parede e no arco de entrada, coberta de telha de meia cana, e com piso de terra abatida.
 
Orçado em 23. 232.000, 00, o projeto de reabilitação traçado pelo Arquiteto do IPC, Daniel Oliveiral, em parceria com a Câmara Municipal Santa Cruz e a Comissão Diocesana para reabilitação do património religioso, será executado pela Empresa CAD.
 
Prevê-se, após a escavação arqueológica realizada no ano passado, uma profunda reabilitação às ruínas existentes, que se encontram em mau estado de conservação, e reconstruir as que se perderam com o tempo.
 
Assim sendo, as paredes a serem construídas serão feitas de pedra basáltica, assentes com argamassa, parte superior (embalamento) será feita em alvenaria de betão.
 
O pavimento do piso será em tijoleira cerâmica com exceção dos degraus da escada que será de mármore. Para o piso exterior na área envolvente a Igreja prevê-se a colocação de calçadas em pavês nos tons de cinza e encarnado.
 
Todas as paredes interiores a construir serão emboçadas e rebocadas com argamassa de cimento. A cobertura do edifício será de telha Marselha, estruturado com barrotes e ripas de madeira. Todas as portas e janelas deverão ser de madeira.
 
De frisar que a localização das ruínas da Igreja de "Nhô Santiago Maior", por situar-se numa zona insalubre próxima de um grande pântano é associada a grandes mitos. Reza a tradição local que a imagem de São Tiago Maior apareceu na localidade em cima de uma tamareira, que o Santo fora transportado para a localidade de Covoada, e este terá regressado ao local da sua aparição.
 
A reabilitação deste edificado enquadra-se no plano nacional de reabilitação dos edifícios históricos e religiosos traçado pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, através do Instituto do Património Cultural, é financiada pelo Governo de Cabo Verde, através do Eixo IV do PRRA. 
Na passada sexta-feira, 30 de agosto, a Ministra das Infraestruturas e Ordenamento do Território, Eng. Eunice Silva, acompanhada dos Presidentes do Instituto do Património Cultural, Câmara Municipal de Santa Cruz e o Presidente do Instituto Cabo-verdiano de Construções, esteve no local para acompanhar o arranque das obras.

Últimas Notícias