IPC rubrica contrato de financiamento com tabanca djarmai

No âmbito da sua deslocação à ilha do Maio, o Presidente do IPC, Hamilton Jair Fernandes, rubricou o contrato de financiamento com o grupo da tabanca local, Tabanca Djarmai, num valor de 200 mil escudos. Num ato testemunhado pelo Gestor do Fundo do Turismo, Eng. Manuel Ribeiro e pelo Vereador da Cultura Queita Santos.

Num valor total de 6 milhões de escudos Cabo-verdianos, suportados pelo Fundo do Turismo, o projeto Valorização da Tabanca idealizado pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas e coordenado pelo Instituto do Património Cultural, visa reforçar o trabalho de resgate e de salvaguarda dos grupos das ilhas de Santiago e de Maio.

Para a representante do grupo de Tabanca Djarmai, a dinâmica que esta sendo criada, na ilha do Maio, deve-se muito aos incentivos estatais, nomeadamente do Governo e da Câmara Municipal e que tudo farão para a salvaguarda desta importante manifestação cultural, traço identitário da ilha.

Por seu turno a CMM, representada no acto pelo Vereador Queita Santos, congratulou o engajamento do Instituto enquanto parceiro de excelência em prol da salvaguarda e valorização de todo o património cultural da ilha, deixando a garantia de tudo fazer para atender a uma justa revindicação da ilha e do grupo, que é a edificação do projeto Casa da Tabanca da ilha do Maio.

Recorde-se que este mesmo valor foi atribuído a todos os grupos legalmente instituídos e que apresentaram um projeto, em que 70% do montante fosse aplicado no vestuário e instrumentos musicais.

Últimas Notícias