Projeto cafe

O Presidente do IPC, recebeu no instituto Konstanze Jugbluth, professora da European University Viadrina in Frankfurt, Alemanha. Jugbluth veio apresentar ao instituto o projeto académico “CAFÉ- Crosssing: African in Europe, Europeans in Africa”, desenvolvido pela referida universidade.

CAFÉ propõe o estudo e produção de conhecimentos sobre a interação África-Europa, as circunstâncias e o impacto do intercâmbio linguístico e cultural, entre os anos de 1425 e 1521, ligando Portugal (Lisboa), a região do Gana (El Mina) e Cabo Verde (Cidade Velha – Ribeira Grande de Santiago).

Numa perspetiva de melhor conhecimento da história e identidade das nações envolvidas, para posteriormente trabalhar na sua disseminação a nível mundial, nas várias plataformas.

Um projeto que a European University Viadrina espera contar com o apoio académico da Universidade de Cabo Verde, mas também apoio institucional do IPC (entidade em Cabo Verde responsável pela identificação, inventariação, salvaguarda e divulgação do legado histórico e cultural nacional), para levar avante o “CAFÉ”. E no futuro, promover a disseminação da história do país que começou na Cidade Velha, Ribeira Grande de Santiago, hoje, património da humanidade.

O Presidente do IPC, Hamilton Jair Fernandes, demonstrou total abertura do Instituto em colaborar para com este futuro projeto, num momento em que a Cidade Velha, prepara para celebrar o seu 10º aniversario de inscrição na lista dos patrimónios da humanidade. Mais ainda, num momento, em que o Ministério da Cultura, a edilidade local (CMRGS) e demais parceiros, procuram implementar uma nova dinâmica na localidade, através do plano de gestão horizonte 2022.

 

Últimas Notícias