MCIC visita CCT

O Ex Campo de Concentração de Tarrafal de Santiago – Museu da Resistência - Ex.Campo de Concentração do Tarrafal , é um bastião da salvaguarda da memória histórica de um passado do povo cabo-verdiano que ficou marcado nas paredes daquele edifício criado a 23 de abril de 1936.

Passados 82 anos sob a data em que o Ex Campo de Concentração de Tarrafal de Santiago recebeu os primeiros prisioneiros da colónia portuguesa, quem visita o Ex Campo de Concentração de Cabo Verde pode conhecer as histórias de quem por lá passou, graças aos trabalhos efetuados para a musealização do espaço.

O Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, visitou na manhã desta terça-feira, 11 de setembro, acompanhado do presidente do IPC - Instituto do Património Cultural, Hamilton Jair Fernandes, e do presidente da Câmara Municipal de Tarrafal de Santiago, José Pedro Soares para ver, in loco, o andamento da implementação da primeira fase do projeto Museus de Cabo Verde que prevê a reabilitação e redefinição museológica e museográfica das estruturas.

Para o governante, o Ex Campo de Concentração de Tarrafal de Santiago preserva e perpetua parte da história e memória do país e, por isso, é importante a sua salvaguarda. “Esse processo de reabilitação faz parte de um projeto de compreensão do papel que esta infraestrutura teve na formação da idiossincrasia do povo”.

Ainda, para o governante, o Ex Campo de Concentração de Tarrafal de Santiago preserva e perpetua parte da memória histórica de Cabo Verde.

O projeto Museus de Cabo Verde está dividido em fases e, conforme o presidente do IPC, Hamilton Jair Fernandes, pretende conceber conteúdos para que todos passam a conhecer melhor a história de Cabo Verde.

A introdução de aplicativos, quiosques e audio guia são os próximos passos e que estão enquadrados dentro deste projeto.

Texto e foto: MCIC

Últimas Notícias