CHCV

Salvaguardar os centros históricos classificados tem sido o grande desafio de Cabo Verde. Isto tendo em atenção as formas e tipos de intervenções que devem ser feitas, de modo que os centros históricos classificados Património Nacional não percam a sua identidade, mas também não coloquem em causa a integridade da população e do desenvolvimento urbano.

O nosso país conta com cinco centros históricos classificados Património Nacional, a saber: Centro Histórico de Mindelo (classificado em janeiro de 2012), Centro Histórico da Praia (Maio de 2013), Nova Sintra (Junho de 2012), Ribeira Brava (2010), São Felipe (Junho de 2012). Dos cinco, os centros históricos aqui referidos, importa realçar que o centro histórico da Praia, São Filipe e Nova Sintra Integram a lista indicativa de Cabo Verde na UNESCO.

O que se posiciona como um desafio acrescido ao País e a todos os cabo-verdianos. Desafios estes, que estiveram na base da conferência ocorrida no Museu do Mar e que marcou a abertura oficial da SNPC. Uma conferência ministrada por Leão Lopes (Artista plástico, docente e fundador do M_EIA) e Hamilton Jair Fernandes (Presidente do IPC), sob a moderação de Carlos Santos.

A SNPC foi instituída pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, através do IPC - Instituto do Património Cultural e visa consciencializar e sensibilizar as instituições e as comunidades, de que, a preservação do património cultural é responsabilidade de todos; estimular a apropriação e uso dos bens culturais pela comunidade; despertar o interesse dos jovens para a área do património, sua divulgação e preservação; fortalecer o sentimento de identidade e cidadania.

Ao longo do encontro ficou explicito a necessidade de co-responsabilização na gestão tanto dos centros históricos como no património cultural nacional.

A cerimónia de abertura da 1ª SNPC foi presidida pelo Ministro - Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente e contou a presença do Secretário de Estado para Economia Marítima, Paulo Veiga, vereadores da Câmara Municipal de São Vicente, Delegada de Educação, operadores turísticos estudantes universitários, sociedade civil e técnicos do IPC - Instituto do Património Cultural.

Últimas Notícias