Reuniao presidente cmt

Reabilitar o complexo do Ex-Campo de Concentração do Tarrafal, dinamizar o Museu da Resistência, que o espaço alberga, preparar o dossier de candidatura a património mundial, são os grandes desafios do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas e, por conseguinte, do Instituto do Património Cultural face a este legado.

Um espaço de memória que une este país a várias Nações, classificado património cultural nacional de Cabo Verde em 2006. Prevendo-se a sua candidatura a património da Humanidade para o ano de 2019, conforme já anunciou o Ministro da Cultura e das Industrias Criativas, Abraão Vicente.

Para o efeito, o Presidente do IPC, Hamilton Jair Fernandes, e equipa, reuniu-se com o Presidente da Câmara Municipal do Município do Tarrafal de Santiago, onde está localizado o referido bem. Um encontro com vista a estreitar parcerias, tanto em relação a gestão partilhada do museu, como a preparação do dossier de candidatura.

De referir que o Museu da resistência acolhe, neste momento, a primeira fase do projeto Museus de Cabo Verde. Um projeto, traçado pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, que visa intervenção de fundo em alguns museus do país, tanto a nível estrutural como museográfico.

Uma equipa do IPC, liderada pelo coordenador da direção de museologia e museus, Adilson Dias, já esteve no terreno dando início as primeiras intervenções, a nível museográfico, nomeadamente na recuperação de parte do espólio do museu e preparação do projeto de intervenção. Brevemente dar-se-á seguimento as primeiras intervenções no edifício.

Proposta e projeto de intervenção apresentados ao edil tarrafalense, por Adilson Dias.

Após encontro ficou estabelecido a assinatura de um futuro protocolo de parceria entre o Instituto e a Câmara Municipal do Tarrafal. Estabelecido também a criação de uma equipa técnica conjunta para dar seguimento aos projetos associados ao Museu da Resistência.

Últimas Notícias