Manual ilustradoAconteceu nesta terça-feira, 6 de março, o primeiro encontro do gabinete técnico conjunto da Cidade Velha, para elaboração das normas e consequente manual ilustrado de construções, neste sítio histórico património da humanidade.

Este primeiro encontro serviu essencialmente para traçar o plano e as metodologias de trabalho a serem levadas a cabo neste processo. Um trabalho que segue na senda da preservação das caraterísticas arquitetónicas do sítio, que tem sofrido alguma descaracterização ao longo dos tempos.

De referir que recentemente o instituto detetou cerca de 50 casos dissonantes na cidade, que reforçam a necessidade da existência de normas de construção e intervenção.

Para o efeito esta em Cabo Verde, a arquiteta portuguesa, Ana Pato, que juntamente com o gabinete técnico conjunto, composto por técnicos do IPC - Instituto do Património Cultural e da Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, o INGT e a Comissão Nacional de Cabo Verde para UNESCO, vai analisar as normas existentes, os planos e propostas do gabinete para a construção do referido manual.

Um manual que o Gabinete considera de extrema importância, quando se pretende preservar as caraterísticas e o valor histórico que Cidade Velha agrega. Por seu lado, Stephanie Duarte, enquanto representante da UNESCO, em Cabo Verde, espera que o projeto seja bem-sucedido e um exemplo para a comunidade PALOP

Ainda no decorrer da semana serão realizados alguns encontros de reflexão sobre as normas que têm sido utilizadas na análise dos projetos de intervenção no Sítio. Itens que servirão de base para a elaboração das normas efetivas, a serem submetidas a edilidade local, para aprovação.

Participaram do encontro, a arquiteta Ana Pato, Técnicos do Gabinete Conjunto, e a Secretária Executiva da Comissão Nacional de Cabo Verde para UNESCO.

O projeto de elaboração do Manual Ilustrado de Construções na Cidade Velha, Património Mundial, é financiado pela UNESCO.

Últimas Notícias