Presidente preside conferenciaHamilton Jair Fernandes, presidente do Instituto do Património Cultural, preside na manha desta quinta-feira, 2 de novembro, em São Vicente, a cerimonia de abertura da “Conferência Internacional sobre o Património Cultural e Histórico Subaquático” a ter lugar no Centro Nacional de Artesanato e Design.

O evento é uma iniciativa conjunta do Instituto Universitário de Arte, Tecnologia e Cultura (MEIA) e das embaixadas de França, Portugal e do Brasil que assinala o 1º Centenário de naufrágios da 1ª Guerra Mundial no Porto Grande (Mindelo), “Centenário do torpedeamento de Acary e Guahyba (1917-2017).

Subordinado ao tema “Património cultual histórico e subaquático”, a conferência que acontece entre os dias 2 e 3 de novembro de 2017, estende-se a vários painéis, nomeadamente “O património cultural subaquático da época contemporânea; Cabo Verde durante a 1ª Guerra Mundial; Proteção do património cultural subaquático”, entre outros.

Ao Presidente do IPC, Hamilton Jair Fernandes, juntam-se dois técnicos superiores do instituto que participam, como oradores, nesta quinta-feira, em dois painéis. Dúnia Pereira, Mestre em museologia, apresenta os “Os principais naufrágios e artefactos de Cabo Verde”, enquanto que Jaylson Monteiro, atual coordenador da Direção de Monumentos e Sítios, faz uma analise sobre o “Património subaquático em Cabo Verde – o presente e o futuro”.

Participarão no programa da conferência académicos e investigadores da área, nacionais e estrangeiros com vasto currículo no domínio do património e da investigação subaquática.

A cerimonia de abertura está marcada para as 9h30 no Centro Nacional de Artesanato e Design, São Vicente.

Últimas Notícias