IPC unescoHamilton Jair Fernandes, presidente do Instituto do Património Cultural (IPC), participa, de13 a 15 de novembro de 2017, da 39ª conferência geral da UNESCO a decorrer em Paris, França. O presidente do IPC integra a comissão de eleição de Cabo Verde na UNESCO, composta pela secretaria executiva da Comissão Nacional de Cabo Verde para a Unesco, DGPOG do Ministério da educação e o assessor do ministro dos Desportos.

 A conferência Geral da UNESCO teve inicio a 30 de outubro e segue até 15 de novembro, altura em que acontece a 21ª sessão de assembleia geral dos Estados Parte da Convenção para Proteção do Património Mundial Cultural e Natural de Paris, 1972. 

 Já nesta segunda-feira, 13 de novembro de 2017, Fernandes participa de um debate onde a cultura estará na ordem do dia, e contará com a presença do Presidente da República.

Nos dias 14 e 15 de novembro, participa da 21ª sessão do comitê Património Mundial e dos Estados partes da Convenção de 1972. Momento da qual vai se votar a entrada de novos países na Convenção

Cabo Verde é Estado Parte da Convenção para Proteção do Património Mundial Cultural e Natural de Paris, 1972. Procedeu a sua retificação no ano de 1987, comprometendo junto da UNESCO, proteger e valorizar o património cultural e natural nacional, permitindo a sua transmissão as futuras gerações. 

A Assembleia Geral, desta 21ª sessão, será convidada a substituir os membros extrovertidos do Comitê do Patrimônio Mundial, em conformidade com o Artigo 13.1 do Regulamento da Assembleia Geral dos Estados Partes da Convenção do Patrimônio Mundial. Os seguintes 12 Estados Partes são extrovertidos em 2017: Croácia, Finlândia, Jamaica, Cazaquistão, Líbano, Peru, Filipinas, Polônia, Portugal, República da Coreia, Turquia e Vietname

Da agenda de trabalhos, em Paris, constam ainda encontros com a unidade África do centro património mundial e com alguns países que já se mostraram predispostos a apoiar a candidatura da Morna a Património Mundial.

 

Últimas Notícias